topo

  topo_zeliachueze
 
 
Biografia
Biography
Biographie
Concertos e Gravações
Concerts and Recordings
Concerts Et Enregistrements
Documentos, Imprensa e Programas
Documents, Presse et Programmes
Documents, Press and Programs
Novidades
News
Nouveautés
 
Publicações
Publications
Publications
Galeria
Gallery
Galerie
Links
Vídeos
Biografia
 
 

Zélia Chueke (http://lattes.cnpq.br/2824619583621333) desenvolve sua carreira no Brasil, na Europa e nos Estados Unidos. Suas mais de 200 apresentações incluem recitais solo e de música de câmera, concertos com orquestra, participação em festivais de música contemporânea, palestras e gravações para rádio e TV. Devido a sua constante atuação como divulgadora da música de compositores de nossos tempos, teve diversas obras dedicadas a ela. Seu CD com obras de Debussy e Brahms recebeu elogios de figuras prestigiosas da cena musical de Nova Iorque. Previsto para 2011 o lançamento do CD com obras de compositores brasileiros dos séculos 20 e 21.

Debut em Viena (Bechstein Saal, 1987), seguindo-se uma série de recitais dedicados à Debussy e compositores brasileiros: em Viena (1989), no Salon Rouge do Palais Clam Gallas, patrocinado pelo Institut Français de Vienne ; no Rio de Janeiro, no Salão Dourado do Forum da UFRJ e no auditório do IBEU, patrocinados pelo Consulat Français, em São Paulo (MASP), em Nova Iorque, na série patrocinada pela New York Public Library (1997 e 2010) -  Miami, na série de concertos do Gusman Concert Hall (1997) e Paris (Mairie du 3ème, Salle de Marriage, 2000).  Em 1995 teve seu nome publicado no MBC Wien Musik Katalog.  Debut em Washington, no Instituto Brasil-América, 1997.

Seu projeto Sports et Divertissements, baseado na obra de Erik Satie e obras encomendadas a compositores de diversas nacionalidades, estreou em 1997 em Nova Iorque nas séries de concertos da Steinway Hall e do LeFrack Concert Hall, tendo sido incluído na temporada 98/99 do Festival Miami. Neste projeto, a pianista fez a primeira audição nos Estados Unidos de várias canções de cabaret de Erik Satie.  Apresentou-se como solista junto a Alhambra Orchestra em Miami no concerto de comemoração do nascimento da comunidade européia em maio de 2002 e no concerto de 14 de julho da Fête de la Musique no Lincoln Theater em Miami.

Paralelamente à sua carreira pianística, Zélia Chueke lecionou no departamento de piano da New World School of Arts e da University of Miami, onde foi diretora musical da série Notes, Strokes and Movement no Lowe Art Museum e do curso de dança. Radicada em Paris entre 2002 e 2004, vem atuando desde 2003 como Pesquisadora Permanente junto ao Observatoire Musical Français –Université de Paris – Sorbonne, Paris IV. Dedica-se especialmente à divulgação e ao estudo de perspectivas analíticas envolvendo a música para piano dos séculos 20 e 21,  incluindo o diálogo entre as diferentes formas de manifestação artística - www.interartes.ufpr.br.  Atua como conferencista nos três continentes, com trabalhos publicados na Europa e no Brasil.

Ocupa o cargo de Professor Adjunto do Departamento de Música e Artes Visuais da Universidade Federal do Paraná desde 2005 onde exerceu a função de Coordenadora do Curso de Música entre 2007 e 2009 ; responsável pelo convênio assinado entre a UFPR e a Paris IV em fevereiro de 2010.  Ministra disciplinas no curso de Graduação e Pós-Graduação, onde é responsável pela linha de pesquisa Leitura, Escuta e Interpretação. Fundadora e líder do grupo de pesquisa Estudos e Prática da Música dos Séculos XX e XXI - www.musica20e21.ufpr.br  e do projeto International Exchanges on Music Theory and Performancewww.iemtp.ufpr.br .

 Post-doctorat - Université de Paris-Sorbonne, Paris IV, Doctor of Musical Arts/Academic Merit - University of Miami ; Master of Music - Mannes College of Music, New York ;  Bacharelado em Piano/ Summa cum Laude -  Escola de Música da Universidade Federal do Rio de Janeiro.

Membro eleito da National Honor Society Pi Kappa Lambda (1999).
Associada à CMS (College Music Society), à SMT (Society for Music Theory) e à AMS (American Musicological Society).

“Sua inteligência musical sempre me surpreendeu.”
Homero Magalhães, pianista, Rio de Janeiro.

" Zelia Chueke possui dotes pianísticos e intelectuais que tornaram um prazer nosso
trabalho conjunto. Uma musicista muito interessante."
Grant Johannesen, pianista - Nova Iorque.

"...tenho certeza de que Frau Marques (Chueke) tem uma bela carreira pela frente, graças à
sua forte personalidade e musicalidade sutil."
Hans Graf, pianista - Viena.

"Tenho ouvido o seu CD com grande prazer. . .a execução é de altíssimo nível, e você deve
estar muito satisfeita com ela...parabéns pelo resultado extraordinário."
 Dr. Arbie Orenstein -Aaron Copland School of Music, autoridade mundial em música francesa, autor de “Ravel, Man and Musician."

"Ouvi a gravação de sua versão das Fantasias op.116 de Brahms, e considero sua execução
tecnicamente brilhante e estilisticamente bela."
Dr. Michael Griffel, Chefe do departamento de História da Música da Juilliard School, NY.

“….Sonata para piano de Mário Ficarelli (São Paulo, 1935-), ambiciosa e dificil, teve sua
primeira audição mundial....pouco repouso, fugato em movimento rápido, idiomas
brasileiros ocasionais, um nível incrível de detalhes musicais em cada movimento...um
“barroco” ou “rococó” do modernismo...recebeu uma performance de virtuosidade e
bravura por Zélia Chueke”.
Tom Moore, “Biennial Festival of Brazilian Contemporary Music 2005”, Brazilmax.com, 26/11/06

“[…] Sua carreira de intérprete vem sendo caracterizada por extrema sensibilidade para o
repertorio tradicional ao mesmo tempo que domina os desafios de um repertório
contemporâneo. Sua inquietude intelectual e a dinâmica de sua vida tanto nos Estados
Unidos como na Europa, contemplam o universo cultural desta brasileira. [...]A
característica da artista é a correção e a seriedade que sempre demonstrou em todos os
projetos que ela desenvolveu, tanto na área artística como na área acadêmica.”
Ricardo Tacuchian, Maestro e compositor, Presidente da Academia Brasileira de Música .

 

rodape